1ª Tourada à Corda CAJAF em 2021

sexta-feira, 15 de outubro de 2021 0 comentários

 



 

E o tão aguardado dia da retoma das touradas à corda chegou! 

O dia 15 de outubro de 2021 é um marco relevante, pois assinala a retoma de uma importante atividade cultural, económica e social da ilha Terceira e representa uma notável página virada na luta contra esta pandemia global.

Neste dia, a ganadaria Cada Agrícola José Albino Fernandes terá o prazer de estar presente na Vila de São Sebastião pelas 17 horas com 4 toiros. Estes são: o nº 38, o nº 56, o nº 84 e o nº 434. 

Desejamos que seja um bom espetáculo para todos! 

Viva a Festa Brava!  

Corrida de Toiros da Praia, Concurso de Ganadarias

segunda-feira, 9 de agosto de 2021 0 comentários

 



No dia 2 de Agosto de 2021 realizou-se pelas 18h30 a Corrida de Toiros da Praia, Concurso de Ganadarias. Com dois toiros da ganadaria Rego Botelho, dois toiros da ganadaria Casa Agrícola José Albino Fernandes e dois da ganadaria Passanha. Os artistas foram o cavaleiro Tiago Pamplona e o cavaleiro João Ribeiros Teles, e os forcados foram os amadores da Tertúlia Tauromáquica Terceirense e os amadores do Ramo Grande.

A ganadaria Casa Agrícola José Albino Fernandes apresentou-se com os toiros nº 69 com 488 kg que foi o segunda da tarde e o nº 103 com 426 kg que foi o terceiro da corrida.

Espetáculo Misto na Feira de São João 2021

segunda-feira, 28 de junho de 2021 0 comentários


No passado dia 26 de junho de 2021 pelas 18h30 realizou-se um Espetáculo Misto na Feira de São João, integrada nas Sanjoaninas 2021 com as devidas condicionantes impostas devido à pandemia causada pelo novo coronavírus, COVID-19.

Os artistas foram o cavaleiro Luís Roxinho Jr, os matadores de toiros Román e David de Miranda e o grupo de forcados amadores da Tertúlia Tauromáquica Terceirense. Os toiros foram das ganadarias Rego Botelho, Casa Agrícola José Albino Fernandes para as lides a pé e da ganadaria João Gaspar para as lides a cavalo.

A ganadaria Casa Agrícola José Albino Fernandes apresentou-se na corrida com os toiros nº 128 e nº 150. O Toiro nº 150 foi lidado pelo matador de toiros Román no segunda da ordem e o toiro nº 128 foi o sexto da ordem e foi lidado pelo matador de toiros David de Miranda.

Segue-se algumas fotografias da autoria de Edgardo Vieira e André Pimentel destes toiros.

E podem ver uma crónica da corrida no seguinte link da autoria de Bruno Bettencourt: 

http://rabotorto.blogspot.com/2021/06/espectaculo-misto-da-feira-de-s-joao.html











Transcrição da crónica desta tourada do seguinte link: https://www.facebook.com/ttterceirense

"SANJOANINAS 2021 ENCERRAM COM TRIUNFO DOS TOUREIROS
*O vídeo resumo da corrida pode ser visto fazendo o download em wetransfer através do endereço https://we.tl/t-Qmtmpip4R0
Numa tarde de sol em que o público correspondeu com grande afluência, tal como já havia acontecido na corrida concurso, os toureiros foram os grandes triunfadores da última corrida de toiros das Sanjoaninas.
Depois de uma primeira lide com momentos aflitivos pela queda da montada de Luís Rouxinol Jr., que ficou à mercê da investida de um toiro bem armado de ferro João Gaspar, o cavaleiro de Pegões aproveitou a boa condição do seu segundo oponente, que pertencia à mesma ganadaria para lograr mais um importante triunfo na Feira Taurina de São João. Desde o primeiro momento que o jovem cavaleiro luso cativou a atenção do toiro pela boa colocação do primeiro ferro comprido numa boa sorte de porta gaiola. A lide prosseguiu em ritmo crescendo, sempre com o cavaleiro a aproveitar a voluntariedade do toiro para ir cravando a ferragem curta em sortes bem executadas, destacando-se a colocação do ferro de palmo e par de bandarilhas que fizeram com que Rouxinol Jr. saísse da arena em apoteose.
Igual que no toureio a cavalo, o toureio a pé teve os seus melhores momentos na segunda metade da corrida. Román entendeu facilmente o Jabonero de Rego Botelho lidado em quinto lugar, um toiro de investidas encastadas, com recorrido e transmissão que no final de uma faena longa viria a procurar as tábuas. Ao início da faena o toureiro valenciano conduziu o seu oponente por alto ao centro da arena para nesses terrenos começar as primeiras tandas pela direita e de mão baixa, que não passaram despercebidas à assistência. Com o alongar da faena o toiro foi rachando progressivamente, mas Román foi aproveitando todas as oportunidades que o seu oponente lhe deu para conseguir chegar ao almejado triunfo que lhe valeu uma volta à arena com o público da bancada de pé.
À semelhança de Román, David de Miranda também teve o melhor toiro do seu lote na segunda metade da corrida. Frente a um toiro de José Albino Fernandes, um exemplar de encaste Domecq com procedência em Falé Filipe, também com boas virtudes como a fixidez e a colocação da cara para humilhar junto ao piso da arena, o matador de toiros desenvolveu uma faena essencialmente pela mão direita, mas sem nunca deixar de provar a investida da haste esquerda, e na tentativa de aproveitar a nobreza excessiva do toiro conseguiu ter momentos com um toureio de proximidade, muito templado e relaxado que se traduziram em pelo menos três colhidas sem consequências de maior.
Nas pegas, os Forcados Amadores da Tertúlia Tauromáquica Terceirense pegaram os dois toiros da lide a cavalo, ambos à primeira tentativa, o primeiro da ordem por Carlos Vieira e o quarto da corrida por Alexandre Vieira.
Além das actuações dos toureiros, destacou-se o bandarilheiro terceirense Gonçalo Toste pela colocação dos pares de bandarilhas ao terceiro e sexto toiro da ordem, e não menos importante foi a estreia da Banda da Feira Taurina de São João orientada pelo maestro Durval Festa, que abrilhantou os espectáculos das Sanjoaninas de forma notável.
A corrida foi algo acidentada, principalmente pela queda aparatosa da montada do cavaleiro Luís Rouxinol Jr., e pelas colhidas do bandarilheiro Jorge Silva após a cravagem de um par ao sexto toiro da corrida, e ao matador de toiros David de Miranda, felizmente sem consequências de maior.
Praça de Toiros Ilha Terceira. Angra do Heroísmo (Ilha Terceira, Açores), sábado 26 de Junho. Segunda corrida da feira das Sanjoaninas. Corrida mista. Toiros – dispares de apresentação e comportamento: Toiros para a lide a cavalo de João Gaspar (1º e 4º - Cumpridor o primeiro, e o quarto foi voluntarioso e fixo merecendo chamada do ganadeiro na volta à arena após a lide); Toiros para a lide a pé Rego Botelho (3º e 5º - manso o primeiro, o segundo teve transmissão e recorrido), Casa Agrícola José Albino Fernandes (2º e 6º, nobres, com maior entrega do sexto).
Luís Rouxinol Jr., Ovação no centro da arena e volta à arena acompanhado pelo ganadeiro.
Román, volta à arena em ambos.
David de Miranda, silêncio e volta à arena."




Concurso de Ganadarias na Feira de São João 2021

0 comentários

 



No passado dia 24 de junho de 2021 pelas 18h30 realizou-se o Concurso de Ganadarias da Feira de São João, integrada nas Sanjoaninas 2021 com as devidas condicionantes impostas devido à pandemia causada pelo novo coronavírus, COVID-19.

Os artistas foram os cavaleiros Tiago Pamplona, o João Pamplona e Luís Roxinho Jr, os grupos de forcados amadores da Tertúlia Tauromáquica Terceirense e do Ramo Grande. E os toiros foram das ganadarias Rego Botelho, Casa Agrícola José Albino Fernandes e João Gaspar.

A ganadaria Casa Agrícola José Albino Fernandes apresentou-se na corrida com os toiros nº 66 e nº 68. O Toiro nº 66 foi lidado pelo cavaleiro João Pamplona e pegado pelo Carlos Silva do grupo de forcados amadores do Ramo Grande. E o toiro nº 68, foi toureado pelo Luís Roxinol Jr e pegado pelo João Silva do grupo de formados amadores da Tertúlia tauromáquica Terceirense.

Segue-se algumas fotografias da autoria de Paulo Gil e André Pimentel destes toiros.

E podem ver uma crónica da corrida no seguinte link da autoria de Bruno Bettencourt: 

https://rabotorto.blogspot.com/2021/06/corrida-concurso-de-ganadarias-da-feira.html










Desparasitações do Gado Bravo CAJAF na primavera 2021

terça-feira, 1 de junho de 2021 0 comentários

 


Estamos na época da desparasitações do gado bravo na ganadaria, a primavera de 2021.
Neste vídeo pode-se observar ao maneio do gado bravo para a desparasitação de um grupo de animais com 2 e 3 anos e ainda outros toiros que se misturaram com este lote de animais ao passar entre as pastagens. Aproveitando-se para proceder a essa correção de grupo de animais após a desparasitação. E ainda noutro terreno procedeu-se à separação de animais consoante a idade e finalidade do espetáculo.
Para este trabalho de campo a ganadaria conta sempre com os seus fieis colaboradores, pastores e amigos.

Realização de Sónia Ferreira